Adriane Galisteu: ‘Há muito tempo não me dão um programa em horário bom’

Adriane Galisteu não teve muito descanso depois do “Projeto Fashion”. Tão logo o reality show chegou ao fim, a apresentadora já foi escalada para comandar uma revista eletrônica de variedades que estreia na próxima segunda-feira (9), na Band, às 15h30.

O “Muito +” pretende falar da vida das celebridades com leveza e humor e conta com uma equipe grande. Entre os colaboradores da atração estão a colunista do iG Vivi Mascaro, o blogueiro Daniel Carvalho (famoso pela personagem Katylene), os jornalistas Leo Dias, Lysandro Kapylla e Rita Batista e a experiente – e linda – repórter Mônica Apor, recém-saída do “TV Fama”.

Acostumada a ser alvo da indústria de celebridades, Galisteu vai experimentar agora como é estar do outro lado, ainda que comedidamente. Simpática, a apresentadora conversou com a coluna por telefone, direto dos Estados Unidos, onde passou o final de ano e, viciada em reality shows, quis saber novidades sobre o “BBB 12″. Ficou surpresa ao saber que um dos participantes desistiu da disputa ainda no hotel. Fã do gênero, a loira garante: vai falar do programa no “Muito +”. Leia a entrevista a seguir.

IG: Você sempre foi alvo da indústria de celebridades, como é agora passar para o outro lado e falar da vida dos famosos?
ADRIANE GALISTEU: Vou continuar não fazendo a fofoca. Não sou assim, não adianta. Até porque na minha carreira eu aprendi que tem coisas que podem ser faladas e tem as que não podem. Esse é meu princípio. Não gosto da palavra fofoca e o “Muito +” não vai ter isso. A base do programa vai ser o twitter do próprio famoso. Por exemplo: alguém tuitou que foi na academia ou está no trânsito. Vamos transformar essa pessoa num assunto. Mas toda vez que existir algo para ser falado que atravesse essa linha, que fique um pouco mais ousado, confesso: a primeira a ficar calada, num cantinho, observando, serei eu.

IG: Acha que aprendeu a lidar com a indústria das celebridades depois de tantos anos de carreira?
ADRIANE GALISTEU: Não acho que exista regra para isso, mas sou do partido que pensa que pode-se administrar bem. E acho que faço bem isso. Já minha mãe não administra bem, afinal, para mãe só vale falar bem do filho. Ela não gosta de ler nada negativo sobre mim, fica brava. Mas sou mais tranquila. Sou capaz de ler uma notícia que não me agrade, mas não perder meu dia.

IG: Há alguma chance de o “Projeto Fashion” ter uma segunda edição?
ADRIANE GALISTEU: Estou na luta pra ter a segunda edição! Mas. mesmo que já houvesse um ok para que isso acontecer, teríamos de três a cinco meses para começar a produzir outro. A gente só pode fazer um por ano.

IG: Mesmo não tendo alcançado índices de audiência, acha isso possível?
ADRIANE GALISTEU: De fato, os índices não foram enormes, mas dobramos a audiência do horário.

IG: É verdade que o “Muito +” vai ressuscitar o quadro em que os espectadores telefonam e têm de dizer “Como vai, Galisteu?”?
ADRIANE GALISTEU: Eu adoraria ressuscitar o “Como vai, Galisteu?”! Mas até agora ninguém me falou nada sobre o assunto.

IG: Nas últimas semanas surgiram as mais diversas notícias sobre o “Muito +”, inclusive que você o dividiria com Luciana Gimenez. Como reagiu a esses rumores?
ADRIANE GALISTEU: Isso nunca existiu na verdade. Eu leio essas notícias e elas não me atingem. Eu sei dos bastidores e isso não aconteceu. Quando me falaram da ideia de ter outras pessoas me disseram que elas seriam consultores. Eu mesmo sugeri o Daniel, que faz a Katylene, e o Gomezz, que eu conhecia no Twitter. Adoro a Katylene, acho ela inteligente e rápida no “xôxo”. Tem também a Rita Batista, que já cobriu carnaval, é jornalista e uma figura maravilhosa. E o Lysandro, que eu costumo brincar que é o nosso HT (hetero) de estimação (risos).

IG: Mesmo com um programa diário participará da cobertura de Carnaval da Band este ano?
ADRIANE GALISTEU: Não tenho a menor ideia ainda. E gostaria muito de saber! Mas acho que não vai ter jeito. Porque a Patrícia Maldonado está de licença-maternidade, né? Acho que vou ter de fazer, sim. Aliás, faremos um reality show sobre a reta final da gravidez da Patrícia. Os primeiros meses de gestação em si são meio “boring” (chatos, entediantes) mas nos últimos acontece um monte de coisa. Não para! Acho que vai ser bem legal.

IG: Você sempre foi mais conhecida por apresentar programas à noite. Está ansiosa por mudar para a faixa da tarde?
ADRIANE GALISTEU: Não, não, eu sou famosa por apresentar meus programas em horários bombas! (risos) Há muito tempo não me dão um programa em horário bom! Era sempre madrugada, ou tarde da noite de sábado… Mas no início do SBT fiquei no ar à tarde por dois meses, nunca por muito tempo no mesmo horário, claro.

IG: Comenta-se que seus hábitos são mais noturnos. Se adaptar ao horário vai ser fácil?
ADRIANE GALISTEU: É verdade. Mas neste caso eu vou ter que funcionar. Sou funcionária, tenho de fazer o que me pedem. E considero o “Muito +” um desafio. Uma das coisas que me atraiu foi fazer a possibilidade de programa ao vivo, o que eu amo.

IG: Nesse tempo de carreira acha que para resolver questões como a das mudanças de horário é melhor partir para o enfrentamento ou agir diplomaticamente?
ADRIANE GALISTEU: Administrar diplomaticamente. Não fiz isso lá no SBT nos anos em que fiquei contratada. No início ficava brava, questionava, ia na sala do Silvio Santos toda hora. E vou te contar: só me deu dor de cabeça. O Silvio deve ter ficado bravo na época. Hoje, agiria de outro jeito.

IG: Qual o seu horário ideal para apresentar um programa?
ADRIANE GALISTEU: Para mim, o grande horário para trabalhar é sempre depois da novela. É um horário que gosto muito e não é fácil, mas que me dava a certeza de saber com quem eu estava falando. É uma faixa que condiz com o público que compra minha revista, minha bolsa. Sei que estou falando com meu público nessa hora. Mas estou aí pro que der e vier. Vou sempre fazer o meu melhor.

IG: É verdade que o “Muito +” estará no ar por um período de experimentação ou é balela?
ADRIANE GALISTEU: Não é balela. Ele foi pensado pra entrar na contramão das emissoras nessa época, que só exibem reprises. É um produto novo, divertido, com humor, informação. E ao mesmo tempo tem um formato muito livre e solto. É ao vivo e tem humor, não se leva tanto a sério. Vou apresentar sem usar ficha ou TP (câmera que mostra o texto).

IG: Vai ter espaço para falar do “BBB”?
ADRIANE GALISTEU: Reality show é comigo mesmo! Sou apaixonada por reality. Pode ser “A Fazenda”, “BBB”, assisto tudo. Então vamos ter de falar, sim! (risos).

IG: É dessas que consegue apostar num vencedor já primeira semana?
ADRIANE GALISTEU: Não, mas sei olhar e falar: “esses três vão pra final”. Mas gosto muito de observar. O povo sempre me surpreende!

Entrevista Retirada do Portal IG

Postado por Cleberson

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s