MPF investiga envolvimento da Fundação Roberto Marinho em superfaturamento no Turismo

O MPF (Ministério Público Federal) está investigando uma possível relação da Fundação Roberto Marinho no desvio de verbas do Ministério do Turismo. Segundo reportagem publicada no Jornal do Brasil, na última quinta-feira (5), a Fundação teria recebido R$ 17 milhões do programa Olá, Turista criado para treinar 80 mil profissionais para trabalhar no setor.

Apesar da verba por profissional treinado, de R$ 176, ser menor do que a praticada no mercado – de R$ 330 – , a Fundação Roberto Marinho teria assim se beneficiado com o dinheiro, já que só metade dos alunos esperados no programa, ou seja, 40 mil profissionais, foi efetivamente inscrita. Além disso, deste número, apenas 19,7 mil alunos participaram do curso.

Superfaturamento

Um requerimento do Ministério Público já foi enviado ao TCU (Tribunal de Contas da União) sobre auditoria de um contrato entre a Fundação Roberto Marinho e o Ministério do Turismo.

Em relatório, o TCU mostrou que o ministério não soube calcular quantos profissionais buscaram o curso. De R$ 176 por pessoa, o Olá, Turista custou quase R$ 740 por profissional treinado, ou 320% a mais do que o previsto de início.

Fonte: Portal R7

Postado por Cleberson

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s