Fascinação – Resumo dos Capítulos 51 a 55 (30.01 a 03.01)‏

Capítulo 51, segunda-feira, 30 de janeiro

Manoel pede à filha  que entregue a Melânia o convite para uma festa. Emília, entusiasmada, diz a ela que na ocasião seu pai vai pedir sua mão em casamento. Enquanto isso, Manoel prepara a festa surpresa para Clara, convida seus amigos, parentes e anuncia que vão se casar. Pega de surpresa, Clara fica sem reação. Manoel leva Clara até Ada, que conta a ela a verdade sobre o estado de saúde de Manoel. Sensibilizada, ela aceita se casar. Emília ouve o final da conversa e fica indignada com a decisão do pai e diz que jamais aceitará Clara como sua madrasta. Sem imaginar a surpresa que a espera, Melânia vai com os filhos para a festa. Abençoados por padre Cirílo, Clara e Manoel se casam. Melânia chega e fica estarrecida ao se deparar com a cerimônia. Carlos Eduardo assiste à cerimônia estarrecido e quando seu olhar cruza o de Clara os dois não conseguem esconder o amor que ainda sentem um pelo outro. Otávio aproveita a festa para tentar se reaproximar de Ada. Clara corta  o bolo e oferece o primeiro pedaço a Melânia que, mesmo indignada, se vê obrigada a aceitar. Germana não consegue esconder a satisfação ao ver a patroa constrangida e Melânia desconfia da atitude dela. Manoel promete uma vida de princesa a Clara, mas ela terá que enfrentar  a rejeição de Emília e Dona Querubina. Manoel deixa Clara sozinha por um momento, Carlos Eduardo se aproxima e ofende Clara ao acusá-la de  estar se casando por interesse. Gustavo aconselha Emília a ser compreensiva com Clara. Germana conhece Malaquias na festa e passa mal quando o jovem advogado diz que o delegado Dionísio é seu pai. Madame Theréze volta da festa e comunica a Alexandre que Clara está casada com Manoel Golveia. Querubina volta para casa arrasada com a decisão do filho, mas aconselha a neta a aceitar Clara como sua madrasta. Revoltada, Emília jura que fará da vida dela um inferno. Diante da realidade, Carlos Eduardo tenta convencer a mãe a vender as fazendas e viver modestamente. Ambiciosa, Melânia não concorda com o filho e afirma que ele precisa encontrar outra rica herdeira o mais rápido possível. Sem Clara no bordel, madame Theréze incentiva Alexandre a conquistar Colete e depois trazê-la para ser a “novidade” da casa. Maquiavélico, ele gosta da ideia e vê a chance de se vingar de Irma. Germana procura Dionísio, pressiona o delegado a confirmar que Malaquias é filho deles e exige que nunca revele a verdade a ele. Carlos Eduardo não consegue disfarçar, mas quer fazer o irmão acreditar que ela é uma página virada em sua vida.

Capítulo 52, terça-feira, 31 de janeiro

Querubina recebe a nora em sua casa, deixa claro que não foi a favor da união, mas lhe dá as boas vindas. A matriarca se culpa por tê-la ajudado quando mais precisava e, a sinceridade dela emociona Clara que lhe pede um abraço. Alexandre se aproxima de Colete, faz a jovem acreditar em seus sentimentos e pede a ela uma prova de amor. A jovem fica assustada com a atitude dele, se recusa a lhe dar a tal prova e Alexandre vai embora irritado. Emília despreza Clara e deixa o pai indignado. Alexandre volta ao bordel derrotado, encontra Irma e diz que vai transformar sua filha em meretriz. Dulce aconselha Colete a se afastar de Alexandre e afirma que ele é um explorador de mulheres. Colete não acredita em nada e vai embora revoltada. Clara convida a mãe para morar com ela, mas Guiomar não aceita. Manoel prepara uma surpresa para Clara. Emília procura Melânia, jura que não sabia das intenções do pai, afirma que Clara também não sabia e que só aceitou o pedido de casamento depois que os dois conversaram com a Dra. Ada. O comentário de Emília deixa Melânia desconfiada. Manoel enche Clara de joias. Melânia percebe que existe uma atração entre Gustavo e Emília e deixa os dois sozinhos. Depois, entusiasmada, conversa com Germana e diz que o casamento de Gustavo com Emília seria a solução para todos os seus problemas. Completamente repaginada e transformada numa verdadeira dama da sociedade, Clara procura padre Cirílo e faz uma doação generosa para sua obras de caridade. Irma visita Clara e, aflita, pede sua ajuda para salvar Colete das garras de Alexandre. Querubina se irrita com a presença dela, critica a nora por receber uma meretriz e se surpreende com a reação de Clara. Sensibilizada com o drama da amiga, Clara pede a Manoel que ajude Irma a proteger a filha. Alexandre vai até o ateliê procurar Colete, mas ela se recusa a sair com ele e acaba contando que foi aconselhada por Dulce a se afastar dele. Melânia pergunta ao filho se pretende abandonar o seminário, fala de Emília e Gustavo se revolta ao perceber que a mãe quer fazer com ele o mesmo que fez com Carlos Eduardo. Melânia tenta arrancar de Ada alguma informação sobre sua presença na festa e a conversa que teve com Clara e Manoel, mas se esquece que ela jamais quebraria a ética médica. Para se vingar de Dulce, Alexandre força Fifi a destruir Ernesto. Manoel procura Alexandre e oferece dinheiro a ele para que deixe Colete em paz. Mas o gigolô deixa claro que está determinado a transformar a jovem numa meretriz. A discussão com Alexandre deixa Manoel nervoso e ele passa mal. Estoura a guerra na Europa e todos esperam pelo pior. Clara insiste com a mãe para que venha morar com ela, mas Guiomar decide ficar no ateliê para proteger Colete. Emília continua tecendo comentários maldosos contra Clara e irrita o pai. Manoel comenta com Clara a conversa que teve com Alexandre, afirma que o gigolô está apaixonado por ela e fará qualquer coisa para feri-la.  Germana marca novo encontro entre Alexandre e Melânia. Malaquias pergunta ao pai quem é sua mãe e por que nunca quis conhecê-lo. Dionísio pede ao filho que esqueça a mulher que lhe deu a vida. Melânia comenta com Alexandre sobre a suposta doença de Manoel,  ordena que invada o consultório da Dra. Ada e roube o prontuário de Manoel Golveia.

Capítulo 53, quarta-feira, 1º de janeiro

Melânia afirma a Alexandre que a felicidade de Clara durará muito pouco. Manoel fala da própria morte e diz a Clara que ela precisa se preparar para enfrentar a realidade. Carlos Eduardo diz à mãe que a situação financeira da família é muito grave e com a guerra não existe chance de recuperação. Melânia insiste com o filho para que se case com outra rica herdeira, mas ele se nega e insiste com a mãe para que venda suas joias. Melânia confessa a Germana que se não vender as joias em breve não terão o que comer e diz que deposita suas esperanças no casamento entre Gustavo e Emília. Para fugir de um casamento por interesse, Gustavo pensa em voltar para o seminário. Carlos Eduardo flagra o irmão beijando a empregada. Aflito, ele procura padre Cirílo, conta o que aconteceu e confessa que está apaixonado por Emília. Clara pede a Manoel que empregue Irma como governanta. O joalheiro compra as joias de Melânia. Manoel reúne a família e Clara comunica que vai contratar Irma para ser a governanta da casa. A decisão de Clara revolta Emília e Querubina. Irma se emociona com o convite da amiga. Carlos Eduardo conversa com o irmão sobre a situação financeira da família, diz que ele terá que conseguir uma bolsa de estudos, pois não poderão mais custear o seminário e conta que também terão que vender a casa onde vivem. Diante da situação da família, Gustavo já pensa em se casar com Emília. Carlos Eduardo o aconselha a não cometer o mesmo erro que ele. Irma paga a dívida que tem com madame Theréze e comunica que está deixando o bordel. Ao saber que Irma está indo embora, Alexandre afirma que Colete ocupará seu lugar. Dona Querubina recebe Irma com frieza e Emília não perde a chance de humilhá-la. O consultório da Dra. Ada é roubado. Alexandre marca encontro com Melânia e entrega o prontuário médico de Manoel Golveia. Ada fica arrasada ao saber do assalto. Melânia vibra ao descobrir que Manoel sofre de uma cardiopatia grave. Maquiavélica, ela diz a Alexandre que Manoel precisa sofrer uma forte emoção e certamente não resistirá. Otávio oferece dinheiro a Ada para montar novamente o consultório, mas ela não aceita a oferta. Tonho insiste em marcar a data do casamento e Linda desmaia.

Capítulo 54, quinta-feira, 02 de janeiro

Nadir descobre a verdade sobre Linda, mas promete a ela que não contará nada a Tonho. Clara tenta reaproximar Irma da filha. Alexandre aparece e Colete ofende a mãe diante de todos. Antes de deixar o ateliê, na companhia da ninfeta, Alexandre faz sérias ameaças a Clara. Depois o gigolô se encontra com capanga que roubou o consultório e ordena que dê um susto em Manoel Golveia. Melânia chega em casa, encontra o filho muito nervoso e se desespera quando Carlos Eduardo conta que o cheque do joalheiro não tinha fundos e que o mesmo já não se encontra na cidade. Melânia decide fazer uma denúncia e o desespero aumenta quando o delegado Dionísio afirma que será impossível reaver suas joias. Carlos Eduardo se sente culpado pelo que aconteceu e diz ao irmão que agora só lhes resta vender a casa. Melânia estranha o comportamento de dona Germana diante do jovem delegado. Nadir mente para Tonho e diz que “seu anjo” vive numa linda mansão. Alexandre conversa com delegado Dionísio, pede a ele que passe a noite na casa de madame Theréze, mas se recusa a dizer o motivo. Depois ele se encontra com Melânia e comunica que colocará seu plano em ação e tudo estará resolvido. Clara passa o dia angustiada e pede a Manoel que não fique longe dela. Durante a noite a casa é invadida por ladrões, os marginais ameaçam raptar Clara e Emília, Manoel reage, passa mal, tem um ataque e morre. Revoltada com a morte do pai, Emília expulsa Clara e Irma de sua casa. A tristeza toma conta de Clara, mas ela jura que vai cumprir a promessa que fez a Manoel de cuidar de sua mãe e sua filha. Guiomar se desespera com a possibilidade de sua filha ter que voltar a trabalhar no bordel. Convencido de que o irmão ainda ama Clara, Gustavo o aconselha a se casar com ela. Alexandre e Melânia comemoram o sucesso do plano, mas o clima pesa entre eles quando o gigolô cobra sua comissão pelos serviços prestados e Melânia se recusa a pagar. Depois Melânia visita Emília e Querubina, finge consternação e convida as duas para se hospedarem em sua casa até a abertura do testamento. Ada aceita a oferta de Otávio para montar novamente seu consultório. Clara tenta impedir que Emília vá com Melânia e ela enfrenta o ódio da megera.

Capítulo 55, sexta-feira, 03 de janeiro

Interessada em casar o filho com a herdeira de Manoel, Melânia leva Emília para sua casa. Germana desmascara Melânia, mostra a ela o prontuário médico de Manoel que encontrou dentre seus pertences e acusa a patroa de ter provocado a morte dele. Fria e calculista, Melânia pede a ajuda da governanta para unir Gustavo e Emília, a única saída para resolver seus problemas financeiros. Clara conversa com o advogado de Manoel e pergunta quais são seus direitos. Melânia conta a Emília que Clara conseguiu antecipar a leitura do testamento. Querubina diz a Clara que vai colocá-la para fora de sua casa. Para defender Colete, René enfrenta Alexandre e é ameaçado pelo gigolô. Madame Theréze percebe que Otávio está se reaproximando da médica e se desespera. Ada comenta com a tia que Otávio já não admira Hitler e está mudando seu posicionamento político. Nadir invade o quarto do patrãozinho, se despe diante de seu olhos e faz Gustavo esquecer o voto de castidade. Emília convida Melânia a assistir a leitura do testamento. Dona Querubina sonha em expulsar Clara assim que o testamento for aberto. Porém, a vontade expressa por Manoel no documento surpreende a todas. A maior parte de seus bens ele deixa para a esposa, e faz dela a tutora de sua filha Emília até que complete vinte e um anos. A primeira atitude de Clara como nova dona da casa é expulsar Melânia, que volta para casa desolada e convencida de que Clara jamais permitirá que seu filho, Gustavo, se case com Emília. Melânia conta aos filhos que Clara é a herdeira absoluta de Manoel Golveia e, diante de uma situação financeira sem perspectiva de melhora, ela comunica a Gustavo que ele voltará ao seminário para diminuir as despesas da casa. A reação dele é imediata e deixa a mãe surpresa ao afirmar que perdeu a vocação religiosa. Clara tenta ser amiga de Emília, mas enfrenta o ódio da enteada que se recusa a obedecê-la. Clara faz valer sua autoridade e ameaça mandá-la para o colégio interno. Indignada com o testamento do filho, Dona Querubina decide deixar a casa que agora é de sua nora. Clara tenta se reconciliar com ela, implora por sua amizade e consegue comover a sogra ao falar com extremo carinho de seu marido. Gustavo conta a padre Cirílo que traiu seus votos e que não está arrependido do que fez. Depois entrega a ele a carta de renúncia para que a envie aos padres do seminário. René tenta convencer Colete que Alexandre não merece sua confiança, afirma que ele pretende transformá-la em uma mulher da vida e pede que fuja dele. Madame Theréze conta a Alexandre que Clara herdou a fortuna de Manoel Golveia. Carlos Eduardo diz à mãe que precisam colocar a casa à venda e passarão a viver na fazenda. Clara encontra as promissórias da dívida de Melânia e percebe que tem a família Silva Prates em suas mãos. Ela consulta o advogado e fica sabendo que se cobrar a dívida a família ficará apenas com as roupas do corpo.

Fonte: SBT

Postado por Cleberson

Anúncios

Um comentário em “Fascinação – Resumo dos Capítulos 51 a 55 (30.01 a 03.01)‏

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s